PRINCIPAIS ATAQUES CIBERNÉTICOS DA ATUALIDADE

NEWSLETTER

Postagens Recentes

Acompanhe todas nossas postagens

De acordo com os dados divulgados pelo grupo Mz, empresa especializada em relações com investidores, com base em dados levantados pela CVM, agência reguladora pelo Ministério da Economia, os ataques cibernéticos às empresas brasileiras cresceram em 220% no primeiro semestre de 2021 se comparado ao mesmo período de 2020.  

 
Com esses dados podemos ver que proteger a propriedade intelectual é algo fundamental hoje nas empresas nacionais. Mas o que são esses ataques?  
 
São tentativas de alterar, expor, destruir, desativar, obter ou roubar acessos não autorizados. Isso com uso de técnicas exclusivas para invasão de sistemas, o que causa diversos prejuízos a grandes e pequenos negócios.  
 
Hoje, vamos tratar sobre quais são os quatro principais ataques cibernéticos na atualidade pois para saber como se proteger é fundamental primeiro conhece-los. 
 
1- DDoS Attack 
 
DDoS significa Distributed Denial of Service ou negação de serviço distribuída. É um modo de ataque que sobrecarrega os servidores e ambientes para provocar lentidão e tornar os sistemas, sites e acessos indisponíveis. O ataque DDoS prejudica o acesso a diversos serviços web numa única vez. Esse ataque usa grade número de equipamentos infectados por um malware, direcionando um elevado fluxo de pacotes de dados para um determinado e único IP. Um ataque DDoS é uma das maiores ameaças ao funcionamento pleno dos sistemas de uma empresa. 

2- Malware 
 
O malware é um tipo software malicioso que é implantado em computadores. Ele pode ser disseminado de diversas formas como por exemplo, e-mails falsos, documentos infectados ou programas ilegais “piratas”. É criado com a intenção de reduzir a performance do equipamento e executar tarefas não solicitadas pelo usuário. Quando instaurado nos computadores, o Malware se oculta e se mantém ativo sem que a maior parte das ferramentas de segurança possam o detectar. 

3- Phishing  
 
Como o próprio nome diz, os hackers “pescam” os dados e informações dos usuários com iscas específicas para enganá-los. O phising pode ocorrer de várias maneiras: links de e-mails falso, conversas de mensagens instantâneas, entre outras. Por exemplo, você pode receber um e-mail supostamente da Previdência Social, pedindo que você insira alguns dados pessoais e assim, suas informações são roubadas. Seu único objetivo é roubar informações confidenciais como conta de banco, senha e CPF. Esse tipo de ataque é muito bem construído e realmente consegue enganar usuários sobre a autenticidade das páginas e é um dos que mais tem sucesso nas tentativas, pois as informações são bem parecidas com as verdadeiras. 


4- Ransomware 


Conhecido também como “sequestro de dados”. Acontece quando cibercriminosos criptografam e bloqueiam todos os dados do servidor atacado e avisam que só haverá a liberação dos arquivos por meio do pagamento de uma quantia em dinheiro. Com a necessidade da rápida migração para o home office, levando colaboradores das empresas a ficarem mais vulneráveis pelo fácil acesso a informações em casa, nos últimos anos o aumento desse tipo de ataque foi evidente. 
 
Após ver um pouco dos principais ataques, podemos então entender que a porta principal de entrada está relacionada ao mal uso do computador pelos usuários. Por isso, é importante ter em mente essas informações, fortalecer os pontos mais frágeis da segurança de dados nas empresas e buscar medidas básicas de segurança, como educação aos usuários e treinamentos adequados. 
 
Quer saber sobre os tipos de ataques cibernéticos e como proteger sua empresa? Fale com a gente! 

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao utilizar este site você concorda com nossa Política de Proteção de Dados.
Leia Mais