9 PASSOS PARA TER SEGURANÇA NA REDE

NEWSLETTER

Postagens Recentes

Acompanhe todas nossas postagens

Uma após a outra, brechas de segurança em empresas e governamentais de alto nível em todo o mundo estão chegando às notícias. Esses destacam a vulnerabilidade dos dados e a falta de segurança robusta em qualquer tipo de organização.

Sua segurança de rede é vital para o bem-estar geral: os registros públicos e os funcionários precisam de proteção, e, se ela estiver comprometida, os danos reputacionais e financeiros são imensos.

A boa notícia é que há etapas a serem seguidas para não ter esses problemas. A seguir, confira algumas dicas para aumentar a segurança em torno de seus dados e da sua rede!

1. Proteja os dados em si, não apenas o limite

Concentrar-se em proteger as paredes em torno de seus dados parece ser o foco em muitas associações, com quase a totalidade dos orçamentos de custos de segurança em tecnologia de firewall.

No entanto, existem várias maneiras possíveis de contornar um firewall; incluindo pelos fornecedores e funcionários. Todas essas pessoas têm a capacidade de contornar a cibersegurança externa e fazer mau uso de dados confidenciais. Por esse motivo, é preciso garantir que seus esforços de segurança recuperados nos dados em si, não apenas no perímetro.

2. Preste atenção às limitações internas

É fácil visualizar visualizadas originadas fora da sua organização, pois elas são frequentemente representadas nos noticiários como as maiores e mais caras. No entanto, a realidade é que são seus insiders que podem te machucar mais.

Devido à sua natureza, os ataques internos podem ser difíceis de detectar e prevenir – e pode ser tão simples quanto um funcionário clicar em um anexo de e-mail que acredita ter vindo de uma fonte confiável e liberar um worm de ransomware.

3. Criptografe todos os dispositivos

Hoje em dia, mais e mais pessoas optam por trabalhar em dispositivos móveis ou pessoais. Como você pode garantir que esses dispositivos sejam confiáveis? Certifique-se de que todos os dados estejam armazenados em um formato criptografado e permaneçam dessa forma durante as migrações.

4. Teste sua segurança

Se você acha que instalar um antivírus em todos os computadores ou dispositivos protegerá contra ações mal-intencionadas, reconsidere. Como recentes violações de dados mostraram, a contratação de uma empresa especializada para realizar uma auditoria de segurança sempre revela os pontos fracos que você não esperava.

5. Exclua dados redundantes

Muitas organizações lidam com informações confidenciais como parte essencial de suas transações; incluindo o setor público. Garantir que os mecanismos de descarte de informações estejam em vigor ajuda a evitar que os dados antigos sejam esquecidos e roubados em uma data posterior.

Ter um sistema para fragmentar, apagar ou modificar os dados redundantes para serem indecifráveis ​​ajuda a garantir que seus funcionários não os retenham.

6. Estabeleça uma política de senhas forte

Muitas organizações ainda estão empregando políticas de senhas simples, genéricas e fáceis de invadir para contas críticas, que têm acesso a dados confidenciais e valiosos.

A implementação de senhas fortes é o primeiro passo para fortalecer sua segurança nessa área. Instrua seus funcionários a usarem senhas razoavelmente complexas e alterá-las, pelo menos, a cada 90 dias, além de nunca usar as combinações como “12345”, “Admin1”, ou anotar suas senhas e deixá-las na estação de trabalho.

7. Atualize seus programas regularmente

Certifique-se de que os computadores estejam corrigidos e atualizados corretamente. Esta é, geralmente, a melhor maneira de garantir uma proteção adequada. Seus aplicativos de segurança são tão bons quanto a atualização mais recente.

Como os hackers e os ransomware estão constantemente se adaptando para explorar os pontos fracos das versões anteriores de software, é aconselhável atualizar esses aplicativos regularmente.

8. Faça backup de seus dados regularmente

Isso já deve ser uma parte crucial da sua estratégia de segurança de TI. Com backups seguros, é possível sobreviver de tudo, desde a exclusão acidental de arquivos até um bloqueio completo de ransomware. Como prática recomendada de segurança, os dados de backup devem ser armazenados em um local remoto e seguro, longe de seu local de negócios principal.

9. Crie uma mentalidade de segurança

Todos que possuem uma senha e nome de usuário são responsáveis ​​por manter os dados seguros. Os administradores de TI devem lembrar periodicamente os seus gerentes e funcionários que eles não devem compartilhar informações de login – nem com os colegas. A segurança de dados é trabalho de todos e não deve estar limitada ao time de TI.

Conquistar os objetivos da organização é uma tarefa difícil, mas se sustentar é muito mais desafiador. Nos dias de hoje, cheios de riscos de segurança cibernética, é muito importante que você esteja preparado com as ferramentas de segurança e os aprimoramentos de privacidade necessários para proteger sua rede e seus dados.

Perceba como a segurança no ambiente de TI é importante para a continuidade do seu negócio e deve ser observado constantemente. Somente assim você conseguirá ter um ambiente cada vez mais seguro.

E a sua empresa, já adota essas medidas para garantir a segurança na rede? Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima!

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao utilizar este site você concorda com nossa Política de Proteção de Dados.
Leia Mais