HOME OFFICE – COMO PROTEGER OS DADOS DA SUA EMPRESA?

NEWSLETTER

Postagens Recentes

Acompanhe todas nossas postagens

Com o surgimento da Pandemia do Covid-19, mais conhecido como novo coronavírus, medidas de contenção em relação a circulação da população tiveram que ser tomadas. Com isso, a única forma que muitas empresas encontraram para continuarem seus trabalhos foi o home office. Porém, apesar das pessoas estarem mais seguras, o mesmo não acontece com as informações. 

Isso porque na maioria dos casos os ambientes tecnológicos dos colaboradores não seguem os mesmos protocolos de segurança realizados em suas organizações. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para você que está trabalhando em casa não corra riscos de vazamento de informações, perda de dados e invasões. Confira a seguir!

  • Senha da rede de internet

Antes de tudo, é de extrema importância verificar se a senha do Wi-Fi que será utilizado para o trabalho não esteja configurado com a senha padrão de fábrica. Essa medida deve ser tomada, pois o tipo de código vindo do fabricante costuma ser conhecido no ambiente tecnológico, e com essa senha exposta, um hacker poderá ter seu acesso facilitado e com poucos esforços conseguir invadir o ponto principal da rede e infectar outros aparelhos.

  • Máquina utilizada

Os procedimentos de segurança se diferenciam de acordo com a máquina utilizada para o trabalho. Caso o funcionário utilize o computador da empresa, cuidados em relação à rede de internet utilizada terão que ser realizados. Além disso, é necessário que a organização avalie a máquina após retornar para o ambiente de trabalho. Apesar dessas ações, em muitos casos não é possível verificar os acessos do dispositivo quando ele se reconectar na empresa. 

Já quando o colaborador estiver utilizando seu computador pessoal, é necessário informá-lo em relação a utilização de softwares de segurança como antivírus e firewall. É preciso que esse segundo caso seja ainda mais fiscalizado, pois os dispositivos pessoais costumam ser menos seguros em relação aos profissionais.


  • VPN

Mesmo realizando medidas de segurança na rede doméstica, a melhor forma de proteger dados da empresa ao trabalhar em home office é através da utilização de VPN, que em português significa Rede Privada Virtual.

A VPN tem como objetivo a integração de dispositivos remotos às redes corporativas garantindo a segurança. Através dela, é possível conectar dois ou mais dispositivos e permitir o tráfego de dados de forma segura entre eles. Ou seja, a VPN permite que um colaborador que esteja trabalhando em home office acesse o servidor de sua companhia e impede que potenciais invasores tenham acesso às informações trafegadas.

Esse recurso também possibilita a criptografia do tráfego das informações, garantindo total segurança e sigilo entre a troca de dados realizados entre os computadores. Porém, é preciso ter cuidado na hora de escolher, pois além da VPN privada, existem também as VPN’s denominadas públicas, que somente mascaram a conexão dos dispositivos e não asseguram completamente os dados dos usuários, podendo causar graves perdas ou transtornos.

  • Evite usar dispositivos de armazenamento

Os pendrives, HDs externos e outros dispositivos utilizados para armazenamento de dados são meios para a entrada de vírus e devem ser evitados tanto nas organizações, quanto no home office. Mesmo se todas medidas de segurança forem tomadas e a rede esteja segura, é complicado manter-se protegido de um malware que tem acesso direto ao computador da vítima por meio da entrada USB.

Para ajudar a bloquear potenciais ameaças, a utilização de um antivírus com monitoramento ativo é bastante útil, mas não usar esse tipo de dispositivo é ideal para se manter mais seguro.

  • Armazenamento em Nuvem

Além de ser a solução que substitui os dispositivos de armazenamento móveis, é o modo mais eficaz e seguro de salvar e compartilhar informações. A nuvem pode ser utilizada em vários casos, como em situações em que os colaboradores das empresas não necessitam acessar totalmente o sistema interno da sua organização. Dessa forma, o arquivo em que o funcionário precisar acessar pode ser salvo na nuvem e somente aquele dado será visualizado pelo funcionário.

Essa forma de armazenamento também é benéfica por não utilizar o espaço físico do computador e permitir o acesso e até mesmo a edição de documentos pelos usuários permitidos. A utilização da nuvem é ideal para evitar perda de dados e para situações que demandam transferências de arquivos mais pesados.

Agora que você já sabe quais medidas tomar, é necessário colocar em prática. Para isso, sua empresa pode contar com a CRP Tecnologia. Fale conosco e proteja seus dados!

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao utilizar este site você concorda com nossa Política de Proteção de Dados.
Leia Mais